O que gostarias de pesquisar?

© ANP|WWF
O INÍCIO DO FIM DA CRISE DO PLÁSTICO: VOTA AGORA

A produção e o consumo excessivos de plástico estão a sufocar os nossos rios e o nosso oceano, colocando em risco a vida selvagem, o ar, a água e os alimentos que consumimos. E a situação só está a piorar!

 

Em novembro de 2023, os governos vão reunir-se em Nairobi para a terceira ronda de negociações de um tratado global para acabar com a poluição por plástico. Este tratado é uma oportunidade “única na vida” para criar uma solução global para esta crise mundial que se agrava dia após dia. Se os governos não chegarem a acordo sobre um tratado ambicioso e justo com regras globais juridicamente vinculativas, a poluição por plástico deverá triplicar até 2040, acumulando-se nos alimentos e também na água, agravando o risco de inundações. Não podemos deixar que isto aconteça.

 

Para resolver esta crise, todos os países têm de adotar um tratado que proíba os produtos plásticos de alto risco e cuja utilização pode ser evitada – no fundo, aqueles que causam mais danos ou que são mais propensos a serem escoados para a natureza.

 

É demasiada a utilização de produtos plásticos mais nocivos, de utilização única e que podem ser evitados. Precisamos da tua voz para que nos ajudes a transformar este ‘uso único’ em ‘uso zero’. Vota SIM por um futuro sem poluição por plástico.

 

O VERDADEIRO IMPACTO DA POLUIÇÃO POR PLÁSTICO

Os impactos da crise global do plástico não estão a ser sentidos da mesma forma. Os piores efeitos estão a atingir de forma mais dura as comunidades mais vulneráveis, em especial as dos países de baixo e médio rendimento.

 

Ano após ano, os países de baixo e médio rendimento são obrigados a lidar com uma quantidade cada vez maior de plástico a nível mundial. Mas com o rápido crescimento da produção e do consumo mundial de plástico (grande parte do qual é demasiado difícil ou perigosa de reciclar), esta é uma tarefa impossível. E o plástico que pensamos estar a ser reciclado está, muitas vezes, a ser despejado nos nossos rios e no nosso oceano e a causar estragos nas comunidades.

 

© ANP|WWF
PORQUE PRECISAMOS DE PROIBIÇÕES?

A produção e o consumo de plástico estão fora de controlo. Estamos a ser alimentados à força com mais plástico do que precisamos e de uma forma que torna impossível a sua gestão responsável. Até à data, os produtores de plástico têm operado com pouca responsabilidade. A ausência de regras globais e desta responsabilidade fez com que as pessoas e o planeta pagassem o preço. E estamos agora a enfrentar uma ameaça cada vez maior, que ultrapassa fronteiras e coloca todos em perigo.

 

Mais de 90% do plástico que polui o nosso planeta é constituído por plásticos de utilização única, como os talheres de plástico, e por microplásticos, como os que são adicionados aos produtos cosméticos. A maior parte destes plásticos não está a ser reciclada. Assim, enquanto a produção de plástico continua a disparar, pedir às pessoas que se limitem a reciclar não é suficiente. Para que a poluição por plásticos passe à história, temos de proibir os produtos e materiais plásticos mais poluentes e nocivos e apoiar todas as nações na transição para sistemas seguros e circulares.

 

© ANP|WWF
Donativos
Donativos