O que gostarias de pesquisar?

SAFER-LANDS

© ANP|WWF

O projeto SAFER-LANDS - Desbloquear a gestão colaborativa do risco de incêndio e melhorar o quadro legislativo para terrenos comunitários (baldios) mais seguros - visa preencher esta lacuna identificada com base numa rede de parceiros, nomeadamente especialistas na gestão comunitária de áreas florestais, gestão integrada de risco de incêndio e proteção ambiental.

Neste contexto, o projeto SAFER-LANDS propõe-se a:
  • Analisar o risco de incêndio nos terrenos comunitários (baldio) à escala nacional;
  • Avaliar o impacto do estatuto de proteção/conservação e de Regime Florestal no risco de incêndio;
  • Identificar restrições no uso do solo e compará-las com exemplos internacionais;
  • Avaliar a sustentabilidade da gestão florestal e o risco de incêndio através de um estudo de caso – dois agrupamentos de baldios;
  • Elaborar propostas para a revisão do Regime Florestal e da Lei dos Baldios;
  • Integrar elementos no sistema de tomada de decisão, criando paisagens mosaicos resilientes aos incêndios;
  • Desenvolver orientações para a mitigação do risco de incêndio.
O estudo será desenvolvido para minimizar o risco de incêndio em áreas montanhosas, bem como para tornar as atividades dos baldios e a exploração dos seus recursos mais produtivas e resilientes. Os resultados serão apresentados em várias plataformas e serão também debatidos num seminário internacional final, dirigido aos principais atores na gestão dos baldios em Portugal, cientistas, políticos e especialistas no tema que deverão ter em conta o novo modelo de gestão dos baldios em forma de agrupamentos.




O projeto SAFER-LANDS é coordenado pelo CEABN-ISA e conta com a colaboração da ANP|WWF e da Federação Nacional dos Baldios.

Financiamento: Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Período: Janeiro de 2022 a Janeiro de 2025. Referência: PTDC/GES-AMB/0713/2021.
 

© ANP|WWF