O que gostarias de pesquisar?

Fish Motel
Fish Motel Aquário
© NOSSA
Existem muitas barreiras fluviais obsoletas que impedem o fluxo natural dos rios e a migração de várias espécies de peixes. E se os peixes não se conseguem movimentar até aos locais onde se reproduzem, estamos a pôr em risco a continuidade destas espécies. Esta estrutura é uma recriação subaquática de um Motel para peixes, um espaço privado onde os peixes de rio se podem encontrar para fazer…aquilo, enquanto os rios não forem livres.
Soluções Remoçáo

Com o apoio do European Open Rivers Programme, a ANP|WWF está a preparar terreno para a remoção de barreiras fluviais obsoletas em Portugal. A primeira - o açude de Galaxes - será removida no início de 2023 em parceria com a Câmara Municipal de Alcoutim e vai permitir não só restaurar a conectividade de 7,7 km da Ribeira de Odeleite (bacia do Rio Guadiana) como também contribuir para a conservação de diversas espécies de peixes (e outras que coabitam o mesmo espaço), que assim vão ter espaço para se reproduzirem.

Em paralelo, estão também a ser feitos estudos preparatórios nos rios Sabor, Sousa e Vascão para mapear possíveis barreiras que possam vir a ser removidas. 

Podes conhecer as recomendações da Comissão Europeia sobre a remoção de barreiras fluviais aqui.

Queres ajudar a derrubar barreiras que já não têm função? Apoia o nosso trabalho com um donativo, e ajuda os peixes dos nossos rios a fazerem..."aquilo"!

Faz um donativo

Ao longo do último século, assistimos em Portugal a uma crescente instalação de barreiras fluviais (pequenos açudes, diques e represas) nos nossos rios, sobretudo para retenção e desvio da água para abastecimento das populações e rega das culturas agrícolas. A construção dessas barreiras disparou nos últimos 50 anos, com barragens de cada vez maior dimensão.

Estas infraestruturas têm um impacto negativo no funcionamento dos ecossistemas ribeirinhos e contribuíram decisivamente para o enorme declínio da sua biodiversidade (-83% desde 1970 a nível mundial).

Enquanto que outros países europeus já começam a demolir barreiras fluviais para libertar os rios e deixá-los seguir o seu curso natural, em Portugal há ainda um longo caminho a percorrer. 

Clica no botão abaixo para explorares também o relatório europeu publicado em abril 2021, que mostra como 50.000km de rios europeus podem ser libertados graças à remoção seletiva de barreiras fluviais obsoletas.

rio sousa
AJUDA-NOS A LOCALIZAR BARREIRAS FLUVIAIS

Estás perto de um rio e encontraste uma barreira fluvial - barragem, açude ou outra estrutura que esteja a obstruir o curso natural do rio? Assinala a localização para podermos monitorizar.