ANP|WWF anuncia primeiro concurso de escrita ambiental | WWF

What would you like to search for?

Our News

ANP|WWF anuncia primeiro concurso de escrita ambiental

Lisboa, 2 de abril 2019 – No âmbito da campanha “Rooted Everyday – Retorno às raízes”, é hoje lançada a primeira competição internacional de contos ambientais para incentivar a consciência, a compreensão e a proteção da cultura e da biodiversidade Portuguesa e do Mediterrâneo.

No âmbito da campanha “Rooted Everyday – Retorno às raízes”, é hoje lançada a primeira competição internacional de contos ambientais para incentivar a consciência, a compreensão e a proteção da cultura e da biodiversidade Portuguesa e do Mediterrâneo.
 
O concurso de contos tem submissão gratuita e é destinada a adultos com mais de 18 anos, residentes ou provenientes das regiões ecológicas definidas em Portugal, Espanha, Marrocos, Grécia ou Líbano. Decorre também em paralelo um concurso de contos infantis para crianças de 7 a 18 anos das escolas das regiões abrangidas pela campanha.
 
A ONU indicou que a perda de biodiversidade é uma ameaça tão grande quanto as alterações climáticas. A WWF e outras organizações que trabalham com empresários rurais em Portugal e no Mediterrâneo sabem que o apoio crescente às pessoas que praticam formas tradicionais e sustentáveis ​​de ganhar a vida é benéfico para a economia, os direitos humanos e o meio ambiente. Paralelamente, 75% dos europeus vivem em zonas urbanas, o que cria um impacto na sustentabilidade da economia e no ambiente. Esta campanha pretende aumentar a consciência dos cidadãos urbanos para permitir uma maior ligação com a terra, a natureza e outras formas de sustento. O futuro dos ecossistemas depende do apoio a estes guardiões da biodiversidade que praticam uma forma sustentável de viver agora e no futuro.
 
A nova campanha ambiental “Rooted Everyday – Retorno às Raízes” une os projetos locais de biodiversidade de diferentes organizações conservacionistas que partilham os mesmos problemas, entre as quais a ANP|WWF, a Global Diversity Foundation, a MedINA, a DiversEarth e a Society for the Protection of Nature, no Líbano. A campanha visa consciencializar e celebrar a herança portuguesa e mediterrânea e os seus recursos naturais, destacando a ameaça de extinção da natureza e da cultura nativa nestas regiões.
 
O ecossistema dos Montados em Portugal e em Espanha é único. Quando bem gerido, demonstra, de forma perfeita, um equilíbrio entre a biodiversidade e a agricultura sustentável, que beneficia a economia rural, impede a destruição da terra através da erosão do solo e dos incêndios florestais e continua um legado que remonta a gerações. Por esta razão, a comunidade local, a ANP|WWF, a Transhumancia y Naturaleza e a WWF Espanha estão a trabalhar em conjunto para conservar a Águia Imperial e o Lince Ibérico e proteger os habitats destas espécies ameaçadas. Os empreendedores rurais produzem bens da mais alta qualidade, como presunto ibérico, cortiça, lã, leite e queijo.
 
Para Ângela Morgado, Diretora Executiva da ANP|WWF, "Escolhemos fazer parte do concurso de escrita criativa porque a tradição oral e escrita do nosso país é um legado que acreditamos que deve ser conservado. A escrita é uma ferramenta poderosa e autêntica, constrói uma conexão pessoal e emocional e inspira ação. Ao envolver escritores e indivíduos criativos, esperamos não apenas consciencializar, mas também ouvir histórias de como as pessoas experimentam e percebem a biodiversidade em Portugal."
 
Um painel de juízes internacionais foi selecionado, incluindo pelo menos um júri de cada nacionalidade e língua falada nas regiões. Todos são escritores com formação em ficção, não-ficção, jornalismo, média ambiental, edição, academia e ativismo. O painel inclui Brahim Elboukhari, do Marrocos, Maria Rousakis, da Grécia, Joaquín Araujo, de Espanha, Rania Masri, do Líbano, e será presidida por Amy Beeson, do Reino Unido.
 
Em Portugal, foi convidada a autora Isabel Minhós Martins, fundadora da editora Planeta Tangerina e autora de álbuns ilustrados, como “Pê de Pai”, “Quando eu Nasci”, “Com o Tempo” ou “Daqui Ninguém Passa!”. Nos últimos anos tem-se dedicado também à criação, coordenação e escrita de projetos editoriais de caráter informativo, entre os quais se destacam os livros “Lá Fora, Guia para descobrir a natureza” ou “Atlas das Viagens e dos Exploradores”, este último vencedor do Prémio BRAW 2019, na categoria Non-fiction, atribuído pela Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha.
 
Sobre o concurso, a autora partilhou: “Eu acredito que o lugar onde vivemos nos molda sempre como povo e como pessoas. E acredito também que o facto de termos com as nossas paisagens (e tudo o que elas encerram) uma relação próxima - de conhecimento, contemplação e participação - nos conduzirá mais facilmente a modos de vida mais sustentáveis”.
 
Os vencedores terão a oportunidade de visitar o projeto piloto nacional, incluindo alojamento e visita guiada. O vencedor e os finalistas terão as suas histórias publicadas num eBook internacional.
 
Saiba mais sobre os projetos e entre na competição: https://www.rootedeveryday.org/enter-pt/
 
Datas importantes:
Lançamento da competição: terça-feira, 2 de abril de 2019
Prazo para inscrições: segunda-feira, 24 de junho de 2019
Vencedores da competição anunciados: terça-feira, 1 de outubro de 2019
 
Contactos:
Rita Rodrigues – ANP|WWF | Tel: +351962911072 | rrodrigues@natureza-portugal.org
 
Rooted Everyday #MedStoryPrize